Ipsemg reforça importância da imunização
Minas Gerais

Ipsemg reforça importância da imunização

Ipsemg reforça importância da imunização

De janeiro a maio deste ano, mais de 10 mil doses foram aplicadas pelo instituto

O Dia da Imunização, celebrado no domingo (9/6), tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância de manter as principais vacinações em dia, diminuindo a probabilidade de contrair enfermidades como caxumba, sarampo, tétano, gripe, entre outras. Ciente da importância disso, o Instituto de Previdência do Estado de Minas Gerais (Ipsemg) mantém um serviço de vacinação que, só neste ano, de janeiro a maio, já administrou 10.279 vacinas.

Embora as autoridades sanitárias preconizem a vacinação como forma de proteção contra diversas doenças, o Brasil está vivenciando um movimento contrário. De acordo com o Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde do Brasil (Datasus), as oito vacinas obrigatórias até o primeiro ano de vida estão com cobertura abaixo do recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que é 90% a 95%. A cobertura vacinal para crianças com até 12 meses de vida, em 2018, variou de 74% a 89%.

O que chama a atenção de autoridades sanitárias é o reaparecimento de doenças antes consideradas erradicadas, como o sarampo. Só em 2018, foram registrados 10.326 casos da doença, fazendo com que a OMS cancelasse o certificado de eliminação da doença.

A enfermeira supervisora da sala de vacinas do Ipsemg, Mônica Sena, alerta sobre a importância de seguir o calendário vacinal. “A imunização salva milhões de vidas. A vacina ainda é o melhor método para evitar doenças que já mataram milhões e que agora estão erradicadas, como a pólio e a varíola”, diz.

Ainda acerca do retorno de algumas doenças, a enfermeira avalia que isso está relacionado à circulação de notícias falsas. “Com a diminuição dos riscos de transmissão de algumas doenças, as pessoas passaram a se preocupar mais com notícias equivocadas que circulam em redes sociais do que com a importância da vacinação. É importante ressaltar que todas as vacinas disponibilizadas são seguras”, afirma.

Vacina contra a gripe

Algumas pessoas afirmam que a vacina contra a gripe causa a doença e por isso não participam da campanha. A enfermeira esclarece que “a vacina da gripe é feita de vírus atenuado e fracionado, ou seja, morto e triturado. Então, não existe a possibilidade de a vacina causar a doença. A vacina demora de duas a três semanas para começar a proteção. O que pode ocorrer é a pessoa gripar neste meio tempo. Esta proteção dura de seis a 12 meses”.

Só na campanha contra a gripe, o Ipsemg aplicou 7,3 mil doses de vacina na população.

Minas Gerais

Mais notícias da Categoria Minas Gerais

PCMG esclarece mudanças para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação

PCMG esclarece mudanças para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação

Portal Paranaíba 15/08/2019
Secretaria de Estado de Educação anuncia nomeações de servidores para rede estadual de ensino

Secretaria de Estado de Educação anuncia nomeações de servidores para rede estadual de ensino

Portal Paranaíba 15/08/2019
Comitê para descaracterização de barragens a montante inicia trabalhos

Comitê para descaracterização de barragens a montante inicia trabalhos

Portal Paranaíba 15/08/2019
Romeu Zema visita feira Megacana Tech Show, no Triângulo Mineiro

Romeu Zema visita feira Megacana Tech Show, no Triângulo Mineiro

Portal Paranaíba 09/08/2019
Solatio anuncia investimento de R$ 21 bi em Minas Gerais

Solatio anuncia investimento de R$ 21 bi em Minas Gerais

Portal Paranaíba 09/08/2019
Triunfo Concebra repassa mais de R$ 9 milhões de ISSQN para as cidades lindeiras

Triunfo Concebra repassa mais de R$ 9 milhões de ISSQN para as cidades lindeiras

Portal Paranaíba 30/07/2019